Você está em: CERPO Oftalmologia » Blog da Cerpo » 5 erros comuns do uso de lente de contato

5 erros comuns do uso de lente de contato

Postado por mktcerpo em 15/set/2017.

A lente de contato é uma alternativa bacana para quem procura

praticidade ou não é adepto aos óculos de grau. Porém, ao tomar a

decisão de usá-las é preciso ficar atento às orientações médicas e

tomar os devidos cuidados.

 

As doenças oculares como a úlcera de córnea e conjuntivite alérgicas são algumas das consequências do mau uso. Essas doenças podem causar dor, lacrimejamento, secreção, visão borrada, olho vermelho, desconforto e sensibilidade à luz.

 

Listamos 5 erros comuns de quem usa lente de contato para você ficar atento:

 

1) Conservação e higiene das lentes de contato

Muitas pessoas usam o soro fisiológico, porém não é indicado. Este tipo de substância não contém propriedades para higienização e, além disso, podem estar contaminados.

Há também pessoas que, com a correria do dia a dia, usam a água ou saliva para limpar as lentes. Esse é um erro gravíssimo. Os micro-organismos contidos na saliva e na água podem causar infecções oculares.

Sempre higienize e conserve suas lentes com substâncias próprias para lentes de contato e indicadas pelo seu oftalmologista.

 

2) Usar sem orientação médica

A indicação de um oftalmologista é imprescindível, pois não são todas as pessoas que se adaptam ao uso das lentes de contato. Elas devem ser personalizadas e adequadas às necessidades de cada um. Nunca compre este tipo de produto pela internet, em feiras ou camelôs.

 

3) Dormir usando as lentes

Dormir com as lentes de contato é o principal fator de risco para úlcera de córnea. Durante o sono, a córnea é nutrida pela pálpebra. A presença da lente de contato dificulta a nutrição e oxigenação da córnea, causando pequenas lesões que podem infecionar. Evite ao máximo dormir com as lentes.

 

4) Tempo de uso e troca da caixa

As lentes devem ser trocadas a cada seis meses ou seguindo as orientações do fabricante. Em relação ao tempo de uso diário, o ideal é tirar as lentes assim que chegar em casa.  A córnea precisa de oxigênio e nutrientes fornecidos pelas pálpebras e pela lágrima. Por isso, ficar um tempo do dia sem as lentes é fundamental.

 

5) Uso inadequado de colírios

 Não utilize nenhum tipo de colírio sem a orientação de um oftalmologista. O uso inadequado de algumas substâncias pode causar problemas oculares sérios e muitas vezes irreversíveis, inclusive cegueira. Fórmulas caseiras não devem ser utilizadas como colírios.

« Voltar